25 de junho de 2010

Você tem coragem de ir ao encontro do seu tesouro?

Retornava pra casa, ontem depois de mais um dia de 24 horas de trabalho em pleno são João deparei-me com uma carteira jogada ao chão.
A curiosidade e a preocupação de identifica o dono foi tanto que abri a carteira nela continha só um bilhete.
Deparei-me com uma linda historia de amo.
Comecei a ler o bilhete tentando achar alguma dica
Que poderia identificar o dono.
O bilhete tinha sido escrito há 29 anos Aff..
O conteúdo era um amor impossível de um Carioca por uma baiana.
Onde ele estava muito apaixonado pó ela e não poderia sair do exército para viver esse amor.
Ao retornar para sua casa encontrou vários bilhete de sua amada. Onde dizia que ele era o amor da sua vida e que nunca ia se casar porque estaria a sua espera.
Eu fiquei tão comovida com essa historia que comecei a procura o dono daquela carteira ali na redondeza de onde achei será que alguém conhecia aquela historia.
Porque tanta tristeza naquele bilhete?
Pensei comigo mesmo porque alguém ia guarda um bilhete depois de 29 anos e algo muito especial para essa pessoa?
E eu não ia fica em paz comigo mesmo se não descobrisse aquela historia depois de ter lindo.
E assim passei minha tarde de ontem a procura daquela historia.
Como estou sem carro tiver que encara o ônibus.
Ao sentar no ponto a espera do ônibus um velho conhecido vendedor de água aparecer na minha frete ele falar: não me reconhecer freguesa há quanto tempo não compra água na minha mão. Fiquei tentado lembra quem era ele a memória não ajudou muito. Mais de repente ele comentou: lembra da água que você jogou no rosto do seu namorado.
Confirmei dizendo que sim .
Ele vendia água em frente do meu trabalho mais isso já faz uns dois anos que não tinha encontrado é ele era bem mais novo.
Começamos a conversa até que o ônibus resolvesse aparecer
De repente ele mim olhou e falou hoje estou muito triste.
Eu sem ententer o porque perguntei porque da sua tristeza ai ele mim falou
Pedir o meu pequeno grande tesouro hoje eu tonta achei que era o filho dele
Ai eu sinto muito por seu filho ele que filho eu o seu ele não morreu
Ai ele sorriu não ele ta bem vivo foi minha carteira que nela contém o grande amor da minha vida.
Fiquei pasma! e pedir uma água..
Me conta essa historia direito?
Ele começou dizendo que o nome dele era Alexandre e que era natural do Rio de janeiro e que aqui na Bahia era conhecido como Carioca o vendedor de água mineral.
Que trabalhava no exército e que o governo tinha comido o seu dinheiro e sua vida agora era ser ambulante.
Indaguei sobre o tesouro. Ele sorriu você que mesmo saber eu falei lógico que sim mais já vem o seu ônibus eu diz pego outro não tenho problema com isso. Ai ele ta bom vamos lá.
Tinha 25 anos e morava no Rio de janeiro com minha mãe e meu pai nem sonhava te ter namorada porque trabalhava no exercito e não tinha muito tempo para isso. Trabalho e estudo às vezes não davam tempo de ter alguém mais um dia lembro-me que era um domingo fazia um sol tão lindo resolvi sair para passeia pela Lagoa Rodrigo de Freitas. Um lugar mais que especial para mim.
Onde encontrei o amor da minha vida.
Ela estava com três primas tinha um sorriso lindo seu cabelo loiro feito o sol mim apaixonei no instante por ela.
Resolvi aproxima e oferecer um sorvete.
Ela aceitou, dizendo obrigada com aquele sotaque nordestino que não saio, mas do meu coração.
Me falou que morava na Bahia e que estava na casa de suas prima passado as férias.
De São João.
Eu voltaria para o trabalho na segunda feira.
Mais não queria perde aquela garota de vista deu o numero do celular para ela e mantemos contado por cartas foi varias carta.
Como tinha que passar seis anos na amazonas e não deu tempo de avisa la ela não gostou achou que eu já tinha outra pessoa.
E terminamos por um mês.
Tentei converse lá que não tinha outra pessoa e que era ela que amava.
Mais não adiantou muito. Não tiver resposta.
Passou os seis anos e na minha volta encontrei 856 bilhete dela dizendo que mim amava fiquei louco para encontra la fiz as malas para viajar no outro dia só que quando o meu pai voltava para casa ao subir no morro recebeu 4 tiro e ficou muito mal não poderia sair e deixar ele naquele estado seria muito egoísmo meu por alguém que mim deu a vida. Assim fiquei mais dois anos em uma treva cuidado dele dando toda assistência que merecia até chega o dia da sua partida sofri tanto mais sabia que ainda tinha uma esperança no fundo do poço. Minha amada mim esperava.
Depois de alguns dias peguei o primeiro ônibus com destino a Salvador. Lembro muito bem do choro da minha mãe pedido para eu não ir mais era muito forte o meu coração queria aquilo. Não dava para escuta o pedido da minha mãe para não embarga.
Fui ao encontro do meu destino.
Depois de quase três dias de viajem tinha a certeza que ia esta ao lado do meu amor.
Ao desembarca na rodoviária de salvador fui roubado e todo o dinheiro que tinha e meus documento também fiquei só com minhas roupas sem saber para onde ir a que direção em uma terra desconhecida. Sem o telefone dela nem o endereço não sabia como localiza alguém aqui.
Fiquei por um mês em uma pousada na cidade baixa onde fiz muita amizade e tenho-as até hoje.
Depois desse tempo todo aqui. Um dia bateu a saudade da minha mãe resolvi ligar para casa onde descobri que minha mãe tinha morrido.
Foi uma dor uma lembrança daquela mulher que fez tudo por mim e que nunca tinha mim pedido nada pela primeira vez que ela faz isso em choro eu fui egoísta e neguei.
Para viver um amor que eu mal sabia que poderia da certo ou não..
Tinha algo na minha mente que me dizia que não poderia encontra o meu amor sem ter nada para oferecer.
Assim comecei a procura de um trabalho..
Fiquei cinco meses trabalhados no lixão. Até ajuntar um dinheiro para ao menos compra um bom presente para ela.
Isso passou um bom tempo. Quando eu julgava já ter o dinheiro para encontra la liguei para o meu irmão no rio de janeira para ele mim mandar um bilhete dela com o seu endereço. Assim ele fez.
Lembro o dia que chegou a carta dele com o endereço da minha amada
Dia 22/06.
No outro dia arrumei todo para o sonhado encontro de 12 anos.
Ao chegar ao bairro onde ela morava tinha tanta gente na rua que fiquei com medo de me aproxima devido eu ser uma pessoa desconhecida naquele local.
Mais eu falei para mim mesmo que hoje seria o dia e nada me faria recua
Aproximei-me da casa falei com aquelas pessoas que ali estava que gostaria de falar com a Linda Maria todos mim olhou de uma forma tão estranha e mim dizer ela esta ali o senhor pode entra.
Ao chegar na sala da casa deparo me com um caixão fiquei sem entender ai a mãe dela aproxima e mim diz ela esta ai agora descansa em paz. Fiquei tão mal com aquela situação. Uma espera de 12 anos para ver o meu amor em um caixão e que o presente que esperava compra foi uma coroa de flores para ele. Cair no choro.
Sair de la sem rumo sem direção, com toda minha esperança jogada no lixão.
Depois de quatro anos tentei refazer minha vida com outra pessoa que tenho cinco filhos.
E hoje sou essa pessoa que você mi conhecer o Carioca da água mineral.
Tentei volta e fazer o mesmo percurso para ver se encontrava a minha carteira com a única lembrança que tenho dessa minha historia de amor. E da minha fraqueza de sair ao encontro da mulher que amava demorei muito tempo para fazer e no dia que a fiz não estava mais entre nós.
Eu sorrir para ele e falei e uma linda historia de amor mesmo que não teve seu final feliz mais uma coisa você pode ter certeza que não vai ser hoje que você vai ficar sem seu tesouro ele esta aqui comigo entreguei aquela carteira nunca vir alguém tão feliz com algo que julgava nunca mais se encontrado.
Nessas alturas já tinha passado sete ônibus e eu naquele ponto escutado essa linda historia que tanto me emocionou. De uma pessoa que luta vendendo água mineral em um ponto de ônibus para sobreviver em uma terra que não tem muito para oferecer mais com o seu sorriso e sua esperança de volta a sua terra natal.
Você carioca e uma pessoas mais que especial eu fiquei muito feliz em você poder me confia sua historia de amor.
A vida é assim ela não espera por sua atitude....
Lembre-se disso:
Usar o poder da decisão lhe dá a capacidade de superar qualquer justificativa para mudar toda e qualquer parte de nossa vida num instante.
É assim foi o meu são joão.
O amor é lindo..
Uma ótima noite amores..

22 de junho de 2010

Eu me lembrei de você!!!


Em toda nossa vida percorremos um caminho.
Não se sabe se é longo ou curto,
Mas o que importa são as pessoas
Que conhecemos e que marcam
O nosso coração.
Você pode plantar uma flor na beirada,
e criar um caminho florido, verdejante,
ainda que tenha espinhos,
as flores sempre serão a maioria.

Faça novo, de novo, só por hoje...
beijos moreco...